Concessão de Benefícios podem ter mais Atraso Devido a Desatualização do Sistema do INSS

Concessão de Benefícios podem ter mais atraso devido a desatualização do sistema do INSS: Aposentadoria Especial Blog Explica: Concessão de Benefícios podem ter mais atraso devido a desatualização do sistema do INSS. O segurado do INSS que amarga uma longa espera na

Concessão de Benefícios podem ter mais atraso devido a desatualização do sistema do INSS

*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 10.07.2019: Fachada de agência do INSS – Instituto Nacional do Seguro Social na zona sul de São Paulo.

Concessão de Benefícios podem ter mais atraso devido a desatualização do sistema do INSS. O segurado do INSS que amarga uma longa espera na concessão de benefícios – no Rio por exemplo há casos que ultrapassam oito meses -, agora terão que lidar com mais um entrave: a atualização do sistema do instituto para dar conta das mudanças no sistema com a Reforma da Previdência 2019 ou Reforma da Previdência do governo Bolsonaro.

Ontem, informações davam conta de que INSS – Instituto Nacional do Seguro Social havia suspendido a concessão de benefícios. Procurado pelo DIA, o instituto negou.

alguns sistemas precisam ser adaptados para as novas regras da Emenda Constitucional 103

INSS informou que não houve paralisação

“A fim de garantir o reconhecimento do melhor benefício e segurança no processo de concessão, os requerimentos com Data de Início do Benefício (DIB) a partir da data de vigência da Emenda (13/11/2019) serão analisados na medida que forem implantadas as novas regras e alterações de sistema”

O INSS informou que não houve paralisação da análise de requerimentos, mas admitiu que alguns benefícios serão implementados somente quando o sistema estiver atualizado.
O instituto diz que “alguns sistemas precisam ser adaptados para as novas regras da Emenda Constitucional 103”, a da Reforma da Previdência 2019 ou Reforma da Previdência do Governo Bolsonaro.

“A fim de garantir o reconhecimento do melhor benefício e segurança no processo de concessão, os requerimentos com Data de Início do Benefício (DIB) a partir da data de vigência da Emenda (13/11/2019) serão analisados na medida que forem implantadas as novas regras e alterações de sistema

Nota Informa ainda que

A nota informa ainda que: “A fim de garantir o reconhecimento do melhor benefício e segurança no processo de concessão, os requerimentos com Data de Início do Benefício (DIB) a partir da data de vigência da Emenda (13/11/2019) serão analisados na medida que forem implantadas as novas regras e alterações de sistema”. Ou seja, serão postergados até que esteja em pleno funcionamento.
O atraso maior na concessão é criticado pela presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário – IBDP, Adriane Bramante.

“É um descaso com os segurados da Previdência tanta demora na implantação das novas regras do sistema do INSS, considerando tratar-se de benefício de natureza alimentar”, diz Adriane. “O sofrimento com a demora antes da emenda já estava superior a oito meses”.

“É um descaso com os segurados da Previdência tanta demora na implantação das novas regras do sistema do INSS – Instituto Nacional do Seguro Social, considerando tratar-se de benefício de natureza alimentar”, diz Adriane. “O sofrimento com a demora antes da emenda já estava superior a oito meses”.

Mais Informações pela Internet

https://odia.ig.com.br/economia/2019/12/5836782-sistema-do-inss-desatualizado-pode-adiar-mais-a-concessao-de-beneficios.html

Compartilhe
- Advertisement -spot_img

Leia Mais

Recente

Compartilhe