Durante pandemia fila espera no INSS do Auxílio Doença sobe 120%

Durante pandemia fila espera no INSS do Auxílio Doença sobe 120%: Aposentadoria Especial Blog Explica: Durante pandemia fila espera no INSS do Auxílio Doença sobe 120%. A quantidade de segurados do INSS à espera de um benefício por incapacidade aumentou

Durante pandemia fila espera no INSS do Auxílio Doença sobe 120%

Durante pandemia fila espera no INSS do Auxílio Doença sobe 120%. A quantidade de segurados do INSS à espera de um benefício por incapacidade aumentou 123% após a interrupção do atendimento presencial devido à quarentena de combate à Covid-19, segundo relatório do TCU (Tribunal de Contas da União) para acompanhamento da crise.
Em fevereiro, o estoque de pedidos era de 244,8 mil. Em maio, a fila de espera por benefícios por incapacidade aumentou para 545,9 mil requerimentos. Mais de 90% dessa fila é composta por pedidos de auxílio-doença.
Beneficiários Bolsa Família que não receberam Auxílio Emergencial: Entenda(Abre numa nova aba do navegador)
Com o fechamento das agências da Previdência, em março, as perícias médicas deixaram de ser realizadas. Para receber o auxílio-doença, o cidadão depende da avaliação da sua incapacidade para o trabalho por um perito da Previdência.
Durante o período de interrupção do atendimento, o INSS tem antecipado R$ 1.045 para segurados que requerem o benefício após a análise de laudos médicos enviados pela internet, por meio do Meu INSS.
Quando as perícias forem retomadas, se houver direito a um auxílio com valor maior, o segurado receberá a diferença.Quem tem direito ao auxílio-doença no INSS
Na avaliação do TCU sobre o sistema adotado pelo INSS, os 268,9 mil casos de pedidos negados foram contados como pendentes.
O que mudou no INSS a Aposentadoria por idade?(Abre numa nova aba do navegador)
O Tribunal considerou que os critérios utilizados pelo INSS para a antecipação de R$ 1.045 são diferentes do que estabelece a legislação, que considera a perícia etapa obrigatória.
A ANMP (Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais) informou que não concorda com o cálculo do TCU porque o tribunal contou processos que não passariam necessariamente por perícias.
“O TCU está errado ao misturar [no cálculo] esses casos de antecipação de R$ 1.045 com os de benefícios indeferidos por pendência administrativa. Esse número não é real. Não dá para afirmar que aumentou a fila de espera por perícias durante a pandemia”, diz o vice-presidente da ANMP, Francisco Eduardo Cardoso Alves. “O fato é que as perícias não estão sendo realizadas”, diz.
Aposentar por idade pelo INSS pede de contribuição(Abre numa nova aba do navegador)
Para Alves, embora o INSS tenha marcado para agosto a reabertura dos postos, o atendimento presencial somente será seguro quando a pandemia perder força. “Nós já tínhamos comunicado o governo que, considerando a situação de aumento dos casos, não será possível retornar antes de setembro.”
A Secretaria de Previdência não …

Compartilhe
- Advertisement -spot_img

Leia Mais

Recente

Compartilhe