Image default
Destacado

Registro de senha para acessar MEU INSS: Veja como fazer

Compartilhe

Registro de senha para acessar MEU INSS: Veja como fazer: Aposentadoria Especial Blog Explica: Registro de senha para acessar MEU INSS: Veja como fazer. O INSS começa a depositar na segunda-feira (3) aposentadorias, pensões e auxílios de segurados

Registro de senha para acessar MEU INSS: Veja como fazer

Registro de senha para acessar MEU INSS: Veja como fazer. O INSS começa a depositar na segunda-feira (3) aposentadorias, pensões e auxílios de segurados com renda acima de um salário mínimo. Esse será o primeiro pagamento a ser realizado com o reajuste de 4,48%. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal
A consulta ao valor da renda reajustada está disponível no aplicativo Meu INSS ou por meio do site meu.inss.gov.br.
R$ 800 milhões decorrente a atrasados serão quitados no INSS
Além de informar quanto irá cair na conta, o sistema apresenta a data prevista para o depósito e permite a averiguação de outras operações realizadas na conta do beneficiário, como descontos de empréstimos consignados e de associações, por exemplo.
Para acessar o Meu INSS é necessário registrar uma senha. O cadastro exigirá que o segurado informe números de documentos pessoais, como o CPF, e responda a perguntas sobre o seu histórico previdenciário.
Dúvidas podem ser solucionadas pelo telefone 135, que atende de segunda a sábado, das 7h às 22h. Há cobrança de ligação local se a consulta for realizada por um telefone celular.
Benefícios concedidos ao longo de 2019 recebem uma correção proporcional à inflação do período entre a data de início da concessão e o final do ano.
Essa reposição proporcional varia de 1,22%, que será o reajuste aplicado às rendas concedidas em dezembro, até 4,48%, índice de correção aplicado para segurados que se tornaram beneficiários em janeiro ou antes.
INSS: Pagamento dos benefícios com novo mínimo
Com o aumento, o teto da Previdência subiu de R$ 5.839,45 para R$ 6.101,06.O reajuste repõe a inflação medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), utilizado pelo governo para acompanhar o custo de vida de famílias com renda entre um e cinco salários mínimos.
Para quem ganha o salário mínimo, o valor reajustado começou a ser pago na segunda-feira (27). Em janeiro, o piso é de R$ 1.039. A partir da folha de pagamentos de fevereiro, o salário mínimo sobe para R$ 1.045.
Bolsa Família: Como evitar cortes no benefício?

Notícias Recomendadas para Você


Compartilhe

Você também pode se interessar por

Carregando...