‘The Sims’ completa 20 anos como uma das franquias mais bem-sucedidas dos games

‘The Sims’ completa 20 anos como uma das franquias mais bem-sucedidas dos games
: Aposentadoria Especial Blog Explica: Você está de mau humor, passou horas nadando no quintal de casa e seus braços não aguentam mais. Não há escada e não adianta tentar sair pelas bordas da piscina.

‘The Sims’ completa 20 anos como uma das franquias mais bem-sucedidas dos games

Você se afoga e um ente querido precisa entrar numa avassaladora disputa de pedra, papel ou tesoura com o Anjo.

‘The Sims’ completa 20 anos como uma das franquias mais bem-sucedidas dos games
Você está de mau humor, passou horas nadando no quintal de casa e seus braços não aguentam mais. Não há escada e não adianta tentar sair pelas bordas da piscina.

Você se afoga e um ente querido precisa entrar numa avassaladora disputa de pedra, papel ou tesoura com o Anjo da Morte para tentar convencê-lo a não o levar para o além. Sim, a cena é bizarra.

Elementos que tornaram a Franquia de games

Assim como muitos dos elementos que tornaram a franquia de games “The Sims” tão popular, a ponto de ser uma das dez mais bem-sucedidas de todos os tempos. Com cerca de 200 milhões de cópias já vendidas, fica à frente de títulos clássicos como “Tetris”, “Final Fantasy” e “The Legend of Zelda”.

Lançado em fevereiro de 2000 pela Electronic Arts, a EA, “The Sims” é uma cria de “SimCity”, jogo que ganhou sólida base de fãs nos anos 1990 ao permitir que eles administrassem uma cidade. O conceito é parecido mas, em vez de coisas, os gamers a partir dali controlariam pessoas.

Atualmente em sua quarta versão, “The Sims” põe os jogadores para criar avatares, construir um lugar para eles morarem e basicamente dizer o que eles devem fazer. Casar, ter filhos e morrer podem fazer parte do arco de vida de um sim –como são chamados os personagens do jogo–, assim como entrar para o mundo do crime, se tornar autor de best-sellers e ser abduzido por extraterrestres.

Foi permitindo que os jogadores brincassem de Deus, comandando tudo ao redor de seu avatar, que “The Sims” foi alçado à fama . Para incrementar a jogabilidade, pacotes de expansão foram criados ao longo dessas duas décadas, com novos itens, cenários, ferramentas e interações.

“Desde as primeiras versões, ‘The Sims’ dá um senso de liberdade muito grande aos jogadores”, diz o professor da ESPM e pesquisador de games Vicente Martin. “É complicado falar de liberdade em games, porque uma das coisas que os definem são suas missões. Mas aí chega ‘The Sims’ e dá total autonomia aos usuários.

”Segundo o pesquisador, a liberdade foi um dos três fatores essenciais para que a franquia caísse no gosto de milhões de pessoas. Os outros são sua estética –“uma linguagem visual que chama bastante atenção”– e sua habilidade em dialogar com diferentes públicos.

Afinal, tudo em “The Sims” se adequa aos caprichos do jogador, que pode até trapacear com códigos para obter imortalidade ou dinheiro.

E nesse esforço de agradar ao maior número de pessoas, “The Sims” foi pioneiro entre os games na ala da diversidade.Hoje, é possível escolher o sexo biológico de seu avatar e, independente dessa característica, …

Compartilhe
- Advertisement -spot_img

Leia Mais

Recente

Compartilhe