Destacado

Aposentadoria com os seguintes erros no INSS

Compartilhe

Aposentadoria com os seguintes erros no INSS: Aposentadoria Especial Blog Explica: Aposentadoria com os seguintes erros no INSS. Após anos de trabalho e contribuição, podem levar por água abaixo o sonho de uma aposentadoria. É como nadar

Aposentadoria com os seguintes erros no INSS

Aposentadoria com os seguintes erros no INSS. Após anos de trabalho e contribuição, podem levar por água abaixo o sonho de uma aposentadoria.
É como nadar exaustivamente e ser engolido pelo mar.
Você tem que evitar esses erros para, lá na frente, encontrar uma aposentadoria sem surpresas e com o melhor valor que você possa conquistar.
E, garanto a você: o INSS não vai te avisar sobre eles.
500 mil segurados precisam entregar documentação ao INSS(Abre numa nova aba do navegador)
Erros no CNIS
O INSS vai começar pela investigação do seu Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), o extrato de todos os recolhimentos previdenciários que você fez.
Quando o CNIS não está correto, você pode “perder” um tempo de contribuição que poderia fazer toda a diferença em seu benefício.
Os erros mais comuns são a ausência de registros de início e data final de vínculos de empregos, informações diferentes da sua carteira de trabalho, mais de um Número de Identificação do Trabalhador, falta de informações sobre atividade especial ou de ações trabalhistas ganhas naPUBLICIDADE
Justiça e erros ou ausência de informação sobre suas remunerações
O CNIS reúne os dados de todos os seus empregos desde 1976, todas as remunerações mensais a partir de 1982 e, desde 1979, os recolhimentos dos contribuintes individuais.
Manter o CNIS atualizado evita muita dor de cabeça e perdas.
Contribuições em Atraso
Quantas vezes eu já testemunhei pessoas pagando “aquele período” sem contribuições para tentar “adiantar” a aposentadoria e, ao final, jogar dinheiro fora!
Já vi gente perder mais R$ 20.000,00 em pagamentos de valores atrasados ao INSS achando que dessa maneira conseguiria utilizar o período para aposentadoria.
No caso de quem prestou serviço para pessoa jurídica após 2003, a responsável pelo pagamento é a tomadora de serviços.
Novo Auxílio Doença no INSS: Veja o que mudou no benefício(Abre numa nova aba do navegador)
Minha dica! Se você tem “buracos” entre contribuições, procure saber se o pagamento realmente somará para o tempo de aposentadoria. Porque você terá que comprovar a atividade com documentos como recibo de prestação de serviços, inscrição no conselho de classe, imposto de renda, inscrição na prefeitura, notas fiscais, entre outros.
O INSS não devolverá seu dinheiro. É preciso cautela.
Período trabalhado em Serviço Público
É comum o trabalhador acumular empregos na iniciativa pública e privada e pagar em fontes distintas. As contribuições previdenciárias do servidor vão para o Regime de Previdência Própria (RPPS) e não são contabilizadas pelo …


Compartilhe

Você também pode se interessar por

Carregando...