Fui cortado do Bolsa Família: Posso receber o Auxílio emergencial?

Fui cortado do Bolsa Família: Posso receber o Auxílio emergencial?: Aposentadoria Especial Blog Explica: Fui cortado do Bolsa Família: Posso receber o Auxílio emergencial? É possível receber o auxílio emergencial mesmo não estando no programa Bolsa Família,

Fui cortado do Bolsa Família: Posso receber o Auxílio emergencial?

Fui cortado do Bolsa Família: Posso receber o Auxílio emergencial? É possível receber o auxílio emergencial mesmo não estando no programa Bolsa Família, mas é preciso atender a todas as condições.
Quem está com o Bolsa Família cortado deve fazer o cadastro ou o auxílio vai para a conta do Bolsa Família?
​Resposta: Depende. 
Disponibilizado novos meios para inscrição no Cadastro Único(Abre numa nova aba do navegador)
Para receber o auxílio emergencial é preciso atender a todas as regras para receber este auxílio (confira mais abaixo todas as condições) . Essas condições são cumulativas, ou seja, é preciso cumprir TODAS ELAS.
Atendidas essas condições, quem já estiver cadastrado no Cadastro Único (CadÚnico) até o dia 20 de março de 2020, ou recebe o benefício Bolsa Família, receberá o benefício automaticamente, sem precisar se cadastrar.
Como no seu caso você foi cortado do Bolsa Família, precisa conferir se ainda está inscrito do Cadastro Único. Se estiver (até o dia 20 de março), receberá automaticamente caso sejam cumpridas as condições de recebimento.
Se não estiver cadastrado, mas tem direito ao auxílio, poderá se cadastrar no aplicativo do Auxílio Emergencial da Caixa pela App Store (sistema IOS) ou Play Store (sistema Android) ou pelo site da Caixa Econômica Federal (https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio). 
Atenção: tome muito cuidado para baixar o aplicativo correto, pois já existem golpes na praça (inclusive aplicativos falsos).
Essa é a aparência do aplicativo disponibilizado pela Caixa:

Reprodução do logotipo original do aplicativo Auxílio Emergencial da Caixa
1) O que é o auxílio emergencial?É um benefício no valor de R$ 600 (que pode chegar a R$ 1.200 em alguns casos) destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do coronavírus.
2) Quais são as condições para receber o auxílio emergencial?Pode solicitar o benefício quem atender a todos os seguintes requisitos:
a) tiver mais de 18 anos;
BPC-Loas: INSS pode agilizar a concessão do benefício?(Abre numa nova aba do navegador)
b) Esteja desempregado ou exerça atividade na condição de:– Microempreendedores individuais (MEI);
– Contribuinte individual da Previdência Social;
– Trabalhador Informal.
PublicidadeFechar anúncio
c) Pertença à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo  (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até 3 (três) salários mínimos (R$ 3.135,00).
3) Quem não tem direito ao auxílio?
– Quem tem emprego formal ativo (ou seja, está trabalhando com carteira assinada);
– Quem pertence à família com renda superior a três salários mínimos (R$ 3.135,00) ou cuja renda mensal …

Compartilhe
- Advertisement -spot_img

Leia Mais

Recente

Compartilhe