Reforma da Previdência: Centrão Votação Terça

Reforma da Previdência: Centrão Votação Terça

Reforma da Previdência: Centrão Votação Terça – Parlamentares aleatórios dizem aos ventos que hoje se tem um avanço e que vão Retirar até (04) Quatro itens do relatório final. Isso é normal, sempre e é normal em uma negociação um ou outro item ser modificado ou até mesmo retirado. Porém ainda nada é de cunho Oficial até o dia da votação e ser de fato votado!

Centrão Votação Terça

Representantes com certa relação e o devido envolvimento para com as negociações e também com o intuito de modificar para não dizer reescrever todos os pontos da possível Reforma da Previdência 2019 de Jair Bolsonaro, que se arrasta ainda na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados.

Governo Reforma Previdencia

Os representantes com o autoridade administrativa para tal ou seja são o Governo colocaram panos quentes nos enfurecidos e raivosos ânimos que se instalou dentro do Centrão para a possível pleito e ou votação do parecer da proposta na terça-feira, dia vinte e três de abril de dois mil e dezenove. (23/04/2019).

Reforma da Previdência

Seguido as conformidades os parlamentares que tem se ouvido por gabinetes deixando de aqui citar qualquer que seja “nome”, podemos dizer que existe no ar pairando sobre o centrão algum avanço sim, principalmente partindo do principio de que o simples remover de até quatro (04) pontos no relatório que ali se apresenta para ser aprovado. Modificações, mudanças e ou remoções que tal qual para as Autoridades Administrativas ou seja em palavras simples o Governo!, (segundo eles nada muda, só o ato representativo mesmo) na totalidade da Reforma da Previdência, que pretender poder salvar ou deixar de gastar até o valor de R$ 1,1 trilhão (um trilhão e um bilhão de reais) em uma década (10 anos), isso claro, levando em conta apenas os cálculos de toda a equipe econômica das autoridades administrativas.

Mais de Brasil e Brasil sendo Brasil. Temos um feriado longo, que une-se ao final de semana. Reduzindo o número de dias úteis, mesmo que para político, dia útil pouca coisa quer dizer. Pois é útil só para quem de fato trabalha em horário comercial. Mas o secretário Privativo do Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, manteve conversas com integrantes da CCJ. (Quando desejam alguma coisa, não tem dia útil ou inútil correm do jeito que podem e da forma que devem ou bem entendem.)

Especialista em Direito Previdenciário tira dúvida sobre a Reforma da Previdência 2019
Saiba tudo sobre a sua Aposentadoria com a Professora Adriane Bramante presidente do IBDP.

Relator da Reforma na Comissão

Todos os Partidos estão a espera de que o Relator da Reforma na Comissão, Marcelo Freitas (PSL-RJ), remova os conhecidos e até amigavelmente chamados “jabutis” (pontos que não têm Relação com Previdência) Tais Como:

  • o fim do pagamento de multa do FGTS para aposentados,
  • a possibilidade de se alterar a idade máxima da aposentadoria compulsória para ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) por projeto de lei complementar,
  • exclusividade da Justiça Federal do Distrito Federal para julgar processos contra a reforma e dispositivo que garante somente ao Executivo a possibilidade de propor mudanças na Previdência.
  • São Pontos, que estão na ordem apenas para atrasar a votação, medida conhecida da oposição, assim como discursos de nada para ninguém, chamando questão de ordem.
Oposição e as Questões de Ordem

Por longos anos como situação e pouco fizeram hoje oposição, no entanto, queriam prodigalizar por mais ainda a proposta, eliminando também a Restrição ao Pagamento do Abono Salarial além de itens da Chamada Desconstitucionalização, isso que de fato poderia desestabilizar e comprometer o principal ponto da economia pretendida pelo governo. Opositores, sempre opositores. Tudo menos, trabalhando pelo emprego. Empregador esse chamado Brasil.

Em um conferência com o sr Marinho na quarta-feira dia dezessete de abril de dois mil e dezenove (17/04/2019), os partidos PP e PR fizeram uma união e juntos insistiram nesses dois (02) pontos, motivando outra nova reunião em separado com o então líder do Governo na Câmara dos Deputados, Major Vitor Hugo (PSL-GO), mais tarde. Este que de forma tentou motivar e alterar as opiniões dos partidos a assinarem para Reforma da Previdência, deixando assim mantido em plenitude o ajuste simulado em projetado pelo Ministério da Economia, calculado em algo perto da casa de R$ 1,1 trilhão.

Reforma da Previdência: Centrão Votação Terça
Reforma da Previdência: Centrão Votação Terça

Agora eles estão no aguardo de que Freitas os transmita aos deputados uma nova versão no qual o novo relatório já esteja com as totais mudanças acordadas. Assim sendo, então, sem mais delongas o martelo será batido sobre o acordo de votação entre segunda e terça.

“Há uma boa disposição de tirar isso da frente e deixar para discutir outros pontos na comissão especial”, disse um parlamentar do Centrão. “Estamos quase chegando em um ponto de convergência”, declarou um governista.

O então atual Orientador da Câmara líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (PSL-GO), está praticamente tudo acertado para que seja votada Reforma da Previdência na próxima terça-feira, com a sessão agendada para as 14 horas em horário de brasileira. Líder do Governo na Casa, Major Vitor Hugo (PSL-GO), entretanto, deixa ressaltado de que ainda não existe de fato um consenso comum definido.

“Está em construção o que pode vir a ser alterado no parecer”, declarou, pontuando que Marinho está em contato com PP e PR para avaliar “o que o governo pode ajustar para poder chegar a um consenso e aprovar (o texto) juntos”.

Na última quarta, 17, a comissão tentou votar o parecer, mas uma desarticulação dos apoiadores da reforma na comissão aliada à inexperiência da tropa de choque governista deu espaço para uma manobra articulada pela oposição e pelo Centrão que acabou adiando a votação.

Líder do Governo no Congresso

Joice Hasselmann (PSL-SP), a atual líder do Governo no Congresso, afirmou nesta quinta-feira, 18/04, que tinha um total de 43 (quarenta e três) votos convenientes ao relatório, mas o zumzumzum com os líderes estudados pelos cantos do salão. Aquela que os nomes não podem ser divulgados… (os que gostam de complicar a coisa). Chamam de “plantaram verde para colher maduro” ou seja, estão jogando e fazendo politicagem para tentar convencer se tiver alguém indeciso.

Reforma da Previdência: Centrão Votação Terça
Reforma da Previdência: Centrão Votação Terça

O fato é que a jogada é boa, pois para eles, se realmente a base do Governo tivesse de verdade e o real número de apoios como disseram, assim já teriam Imposto a votação.

Política sendo política, fazendo política e praticando política. Para mim, se político fosse bom estaria trabalhando e não na política. Abraços!

Compartilhe
- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia Mais

Recente

Compartilhe