Tive auxílio emergencial negado, tenho prazo para contestar?

Tive auxílio emergencial negado, tenho prazo para contestar?: Aposentadoria Especial Blog Explica: Tive auxílio emergencial negado, tenho prazo para contestar? Quem atende a todas as condições para receber ainda pode pedir ajuda da DPU para tentar

Tive auxílio emergencial negado, tenho prazo para contestar?

SÃO PAULO, SP – 08.09.2020: CALENDÁRIO AUXILIO EMERGENCIAL 300 REAIS – A parcela reduzida do auxílio emergencial de R$ 300, começará a ser paga a partir do dia 17 de setembro aos beneficiários do Bolsa Família, seguindo o calendário do programa federal divulgado no início do ano. (Foto: Aloisio Mauricio /Fotoarena/Folhapress) ORG XMIT: 1961770

Tive auxílio emergencial negado, tenho prazo para contestar? Quem atende a todas as condições para receber ainda pode pedir ajuda da DPU para tentar garantir o acesso ao benefício; saiba como.
Quem teve o auxílio emergencial negado e atende a todas as condições para receber a ajuda do governo, tem algum prazo para pedir ajuda da Defensoria Pública da União (DPU) para tentar garantir o acesso ao benefício?
“Não há prazo para contestação”, informa a Defensoria Pública da União por meio de sua assessoria de imprensa. Segundo a entidade, até a sexta-feira (16), 389.276 pessoas recorreram à DPU para tentar obter o auxílio emergencial.
Ou seja, se considera que atende a todos os requisitos para ter o auxílio emergencial e mesmo assim este foi negado, ainda pode procurar a ajuda da DPU.
Diversos internautas têm escrito para a coluna relatando que tiveram seu auxílio negado pelos mais diversos motivos.
Um exemplo comum é constar que a pessoa está empregada, sendo que não está mais. Outro é o de pessoas que estão sendo impedidas de receber o auxílio por aparecer que dois membros da família já tiveram acesso ao benefício, porém isso não aconteceu de fato.PUBLICIDADE
Uma outra reclamação é de mães que criam seus filhos sozinhas, mas mesmo assim receberam uma cota única de R$ 600.
Nesses casos, é possível pedir a ajuda da Justiça, e quem não tem condições de pagar um advogado pode pedir ajuda da Defensoria Pública da União. Saiba como fazer.
O que é a DPU?
A DPU é a responsável pela prestação de assistência jurídica, judicial e extrajudicial gratuita ao cidadão carente de recursos financeiros  Cada estado do país conta com uma unidade da DPU. Veja os endereços neste link.
Quem pode pedir ajuda da Defensoria Pública?
São requisitos para ser atendido por um defensor público:
– Ser uma pessoa economicamente necessitada, ou seja, pessoa natural integrante de núcleo familiar cuja renda mensal bruta não ultrapasse o valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais):– Considera-se núcleo familiar o grupo de pessoas composto pelo requerente, seus parentes, consanguíneos ou por afinidade, cônjuge, companheiro ou convivente, desde que possuam relação de dependência econômica, ainda que não convivam sob o mesmo teto.– Renda familiar mensal é a soma dos rendimentos brutos auferidos mensalmente pelos membros …

Compartilhe
- Advertisement -spot_img

Leia Mais

Recente

Compartilhe