Destacado

INSS com o novo cálculo tem mais cuidado na aposentadoria

Compartilhe

INSS com o novo cálculo tem mais cuidado na aposentadoria: Aposentadoria Especial Blog Explica: INSS com o novo cálculo tem mais cuidado na aposentadoria. O trabalhador autônomo tem direito aos benefícios da Previdência Social, como aposentadorias e

INSS com o novo cálculo tem mais cuidado na aposentadoria

INSS com o novo cálculo tem mais cuidado na aposentadoria. O trabalhador autônomo tem direito aos benefícios da Previdência Social, como aposentadorias e auxílios, desde que contribua com o INSS. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal
A contribuição normal é de 20% do seu rendimento mensal, somando todos os trabalhos do período, sendo que o valor não pode ser inferior a um salário mínimo (R$ 1.045, hoje), nem superior ao teto previdenciário (R$ 6.101,06, atualmente).
PIS de R$ 1.023 é Golpe no WhatsApp
Quem trabalhava com carteira assinada e, hoje, faz parte dos 38,4 milhões de trabalhadores informais pode continuar a contribuir com o INSS e a orientação de especialistas é de que a contribuição seja, pelo menos, no mesmo valor.
A dica é por causa da mudança no cálculo da média salarial, instituída pela reforma da Previdência em 13 de novembro de 2019. Agora, todas as contribuições feitas desde julho de 1994 entram no cálculo. Ou seja, não é mais possível descartar contribuições pequenas, que diminuem o valor da aposentadoria.
Para a advogada previdenciária Adriane Bramante, quanto maior o tempo de contribuição, melhor. “Esses trabalhadores precisam pagar para não perder a qualidade de segurado. Podem fazer uma inscrição como MEI, se exercerem uma das atividades permitidas, ou pagar como contribuinte individual, com 20% da renda. O ideal é fazer um planejamento previdenciário”, afirma a especialista.
Site do MEU INSS já oferece mais de 90 serviços pela Internet
[ x ]
Segundo o advogado Rômulo Saraiva, quem tem interesse em receber um salário mínimo de aposentadoria precisa ter o cuidado de somar as rendas e atingir a alíquota mínima. 
“Se ganhar por diária e fechar o mês com um valor abaixo de R$ 209 [20% do piso], tem que pagar a diferença para inteirar a cota, para garantir que vai receber, pelo menos, o salário mínimo. Caso contrário, o período não será contabilizado no cálculo”, explica.
Para contribuir na nova categoria basta acessar o site do INSS e preencher, com o código de recolhimento, a GPS, uma espécie de carnê.
Por conta própria

O trabalho informal é a principal ocupação do brasileiro em 11 estados do país
Esse crescimento expressivo tende a elevar o número de contribuintes autônomos
Quem trabalhava com carteira assinada e agora é autônomo deve ficar atento para não perder dinheiro ao se aposentar

Nova média salarial

Os trabalhadores que atuam por conta própria devem contribuir ao INSS para ter direito aos benefícios da Previdência como auxílio-doença, auxílio-acidente, salário-maternidade, aposentadoria por idade e aposentadoria por tempo de contribuição 
A reforma da Previdência mudou o cálculo da média salarial, com isso não é …


Compartilhe

Você também pode se interessar por

Carregando...