Pesquisadores descobrem novo vírus pela através da COVID-19

Pesquisadores Descobrem Novo Vírus pela Através da COVID-19: Aposentadoria Especial Blog Explica: Pesquisadores descobrem novo vírus pela através da COVID-19. O vírus SARS-CoV-2, responsável pela pandemia da covid-19, também é ativo nas secreções.

Pesquisadores descobrem novo vírus pela através da COVID-19

Pesquisadores descobrem novo vírus pela através da COVID-19. O vírus SARS-CoV-2, responsável pela pandemia da Covid-19, também é ativo nas secreções oculares de pacientes positivos e, portanto, pode ser outra fonte de contágio, de acordo com pesquisa realizada pelo Inmi (Instituto Nacional para Doenças Infecciosas Lazzaro Spallanzani), de Roma, na Itália.

O estudo publicado pela revista “Annals of Internal Medicine” descreve que, após uma amostra ocular realizada três dias após a internação de um paciente positivo, hospitalizado no hospital Spallanzani no final de janeiro e que apresentava conjuntivite bilateral, os pesquisadores do centro médico conseguiram isolar o vírus. Isso mostra que, além do sistema respiratório, ele também é capaz de se replicar nas conjuntivas, acrescenta o estudo.

Quando procurar um médico pelo COVID-19?

Trata-se de uma descoberta, explica uma nota do hospital Spallanzani, que tem implicações importantes para a saúde pública. Inclusive, a OMS (Organização Mundial da Saúde) solicitou informações da pesquisa quando ela ainda estava na fase preliminar.

“Esta pesquisa mostra que os olhos não são apenas um dos portais para o vírus entrar no corpo, mas também uma fonte potencial de contágio”, disse Concetta Castilletti, diretora da Unidade Operacional sobre Vírus Emergentes do Laboratório de Virologia Spallanzani.

“Esta pesquisa mostra que os olhos não são apenas um dos portais para o vírus entrar no corpo, mas também uma fonte potencial de contágio”, disse Concetta Castilletti, diretora da Unidade Operacional sobre Vírus Emergentes do Laboratório de Virologia Spallanzani.

Por esse motivo, destacam “a necessidade do uso adequado de dispositivos de proteção em situações como exames oftalmológicos considerados relativamente seguros em comparação com os riscos de contágio que esse vírus representa”.

É possível pegar Coronavírus pela Barba?

A pesquisa também destacou que as amostras oculares podem ser positivas quando as nasais não mostram mais vestígios do vírus: na verdade, o paciente sob investigação, três semanas após a admissão, agora era negativo para o teste nasal, mas ainda fracamente positivo no olho, e também 27 dias após a hospitalização.

Eles explicam que agora “serão necessários mais estudos para verificar quanto tempo o vírus permanece ativo e potencialmente infeccioso nas lágrimas”.

“serão necessários mais estudos para verificar quanto tempo o vírus permanece ativo e potencialmente infeccioso nas lágrimas”.

Pai que cria filho sozinho recebe R$1.200 do governo?

O presidente da AIMO (Associação Italiana de Oftalmologistas), Luca Menabuoni, chamou a atenção para “a necessidade do uso adequado de dispositivos de proteção durante os exames oftalmológicos”

“a necessidade do uso adequado de dispositivos de proteção durante os exames oftalmológicos”

Primeiro, alardeia e cria histeria no povo. Depois termina dizendo que precisa de mais estudos! É assim que funciona a imprensa ao redor do Globo (Mundo).

Mesma coisa do:

É possível pegar o coronavírus mais de uma vez?

Países asiáticos divulgaram casos de possível reinfecção pelo novo coronavírus em alguns pacientes. Veja o que essa informação pode significar na prática

No finalzinho de fevereiro, uma notícia vinda do Japão causou temor: autoridades do país nipônico anunciaram que uma guia turística tinha se recuperado totalmente da Covid-19 e, dias depois, os sintomas retornaram. Exames mostraram que ela voltou a testar positivo para o coronavírus (Sars-CoV-2). Um episódio parecido aconteceu na Coreia do Sul.

Na China, onde a pandemia iniciou, os relatos são mais fortes: ao menos 100 indivíduos que se curaram da doença voltaram a apresentar resultados positivos para a presença dessa ameaça microscópica. Será que o corpo não cria imunidade contra esse vírus, o que favoreceria uma reinfecção?

A verdade é que o mundo está aprendendo dia após dia com o coronavírus. Compreender como os pacientes se comportam até a alta é uma das questões-chave dessa história, pois isso tem o potencial de modificar as políticas públicas adotadas até o momento.

De acordo com a evidência científica atual, a probabilidade de uma reinfecção é remota. Quem aposta nisso é o médico Anthony Fauci, líder da força-tarefa contra o coronavírus dos Estados Unidos e um dos maiores especialistas do mundo em doenças infecciosas.

Mais Informações sobre Coronavírus na Internet

Fonte; R7

Compartilhe
- Advertisement -spot_img

Leia Mais

Recente

Compartilhe